Veja o show intimista que Tássia Reis gravou com banda para o WME Sessions antes aqui

Claudia Assef
Por Claudia Assef

Se você curte black music e ainda não ouviu falar da rapper paulista Tássia Reis, bom, por favor, arrume um fone de ouvido bom e leia esta matéria. Trata-se de um talento emergente da música negra feita no Brasil, difícil de colocar labels, mas o que mais se diz sobre seu som é que seu rap é jazz, parafraseando a letra de seu primeiro hit, RapJazz.

Aos 27 anos, a cantora e compositora nascida em Jacareí chegou a cursar design de moda no Senac, mas sua paixão pela dança e pela música falou mais alto e quando menos esperava estava escrevendo e cantando rimas em sua região.

tassia-reis

A incrível capa do disco Outra Esfera, de Tássia Reis, lançado em 2016

Seu primeiro álbum, Outra Esfera, lançado em 2016, chegou com uma compilação de ótimas bases, que não se prendem a clichês do rap, temperadas com suas letras feministas e empoderadoras. Tão legal que o disco já ganhou edição até em formato de fita cassete!

Em meio a este momento importante da carreira, Tássia foi a artista escolhida para estrear o programa WME Sessions, um misto de show intimista permeado com perguntas sobre a carreira de artistas dos gêneros mais diversos da música, ancorado na plataforma digital Women’s Music Event, sobre a qual já falamos aqui.

O programa foi gravado num casarão no Pacaembu, em São Paulo, e traz Tássia acompanhada de sua banda, composta por Jhow Produz na bateria, Ana Karina Sebastião no baixo, Sintia Piccin tocando sax e flauta e Kiko de Sousa no teclado. O formato trouxe nova roupagem para músicas novas, como a deliciosa Semana Vem, e hits antigos, como Meu Rapjazz.

Agora chega de conversa e vamos assistir ao programa antes de todo mundo 🙂

WME SESSIONS#1 TÁSSIA REIS

× Curta Music Non Stop no Facebook