Women’s Music Event chegou para aumentar o protagonismo da mulher na música

Claudia Assef
Por Claudia Assef

Com o objetivo de ser tornar o eixo central em torno dos eventos focados no universo musical feminino que surgem a cada dia no Brasil, o Women’s Music Event (WME) nasce como uma plataforma de música, negócios e tecnologia vista por uma perspectiva feminina.

Seu objetivo é destacar a participação e promover a inclusão de mulheres no mercado da música, um setor ainda muito associado ao universo masculino. A ideia é fomentar a união e a colaboração entre mulheres que já atuam no mercado da música e encorajar aspirantes a entrarem na indústria.

A plataforma WME surge primeiramente em formato de conteúdo digital, através do lançamento do portal WME, nos próximos dias, recheado de conteúdos exclusivos, como a série em vídeo WME Sessions, que estreia com show intimista da cantora paulista Tássia Reis.

tassia

O site ainda traz playlists, matérias, além de programas em vídeo e colunas fixas, como a Meu Estúdio, que destaca os equipamentos de estúdios caseiros e a rotina de gravação de produtoras de diversos gêneros musicais, a Mina de Ouro, que enfoca um lançamento musical bombástico por semana, a coluna Backstage, que trará entrevistas com mulheres que trabalham no mercado da música, entre outras seções fixas.

wme-02

Além dos conteúdos atualizados semanalmente, o portal WME terá serviços, como uma agenda que agrupará os principais eventos femininos espalhados pelo mundo, além de uma ferramenta importantíssima que reunirá dados de profissionais da música do mundo todo, que poderão se cadastrar diretamente pelo site. Trata-se de um banco de dados inédito, que alimentará a indústria da música com profissionais gabaritadas distantes a apenas alguns cliques de empresas interessadas em equilibrar a participação entre gêneros em seus quadros de funcionários.

A segunda etapa do lançamento do Women’s Music Event acontece em março de 2017, quando serão realizados os eventos físicos do WME, divididos em dois dias de conferências e duas noites de shows e festa em São Paulo.

A parte diurna do WME, que será realizada num dos edifícios públicos mais bonitos da cidade, a Biblioteca Mário de Andrade, irá abranger painéis sobre os mais diversos assuntos ligados ao universo musical, de negócios a tecnologia, além de workshops técnicos e showcases. No total, cerca de 50 mulheres, entre artistas, executivas, jornalistas, técnicas, engenheiras e produtoras irão palestrar nos 12 painéis e 6 workshops da programação.

capa-site

A parte de shows se divide em duas noites. A primeira, focada no universo da música eletrônica, dará espaço para DJs e produtoras brasileiras, além de abrir um importante intercâmbio com disc-jóqueis e produtoras sul-americanas, sem esquecer de big names da Europa e dos Estados Unidos.

Na segunda noite, o palco do WME se abre para estilos diversos, de cantoras brasileiras a bandas. O line-up da conferência e das festas, bem como o detalhamento da programação de painéis e workshops, será divulgado nos próximos meses através do site WME, além dos parceiros de mídia, como o Music Non Stop, Popload, TPM e Rolling Stone.

wme

O WME nasceu da união de forças entre a jornalista Claudia Assef (olar) e a produtora cultural e advogada Monique Dardenne, duas mulheres que trabalham há muitos anos na indústria da música e por isso mesmo entendem que algo tinha que ser feito para catalisar o processo de aumento da relevância e do protagonismo da mulher nesse setor.

Jornalista, escritora e DJ, Claudia é uma das mais respeitadas pesquisadoras musicais do país, além de ser publisher deste site e autora do livro Todo DJ Já Sambou. Monique é manager de artistas há 15 anos, foi também Label Manager da Plataforma Skol Music e diretora da webtv inglesa Boiler Room no Brasil, além de fundadora da MD/Agency.

SIGA O WME NAS REDES SOCIAS

FACEBOOK

INSTAGRAM

 

× Curta Music Non Stop no Facebook